Páginas

sábado, 11 de dezembro de 2010

Auto-Desvalorização

Antes de tudo, não faço este post referente aos problemas de baixa auto-estima ou à abaixa auto-confiança... A Auto-Desvalorização – como vou explicar, não tem muito a ver com esses temas.
Vivemos em sociedade, uma sociedade que busca o sucesso e a fama, cada vez mais. Esse não é o problema! O problema é que muita gente se torna famosa por coisas idiotas e se torna um inútil engraçadinho que não vai mudar nada em seu mundo.
A auto-desvalorização caracteriza-se por alguém se submeter ao ridículo e gostar... Por alguém ficar famoso por falar uma palavra de um jeito engraçado, ou por dançar ridiculamente... Ou até por dançar sensualmente.
Antes de mais nada, não condeno as pessoas engraçadas ou as pessoas que usam seu corpo para fazer sucesso, ou até quem cai de pára-quedas por aí na mídia. Cada um com suas manias...
As pessoas demonstram Auto-Desvalorização quando não se importam com o que os outros vão pensar delas e se expõem ao ridículo. Ganham dinheiro, fazem sucesso até, mas é notória a falta de conteúdo e crítica desses tais. Olhe para a imagem abaixo e reflita um pouco se você acha que vale a pena ser Auto-Desvalorizado:



Características das pessoas com Auto-Desvalorização:
_Intolerância a críticas construtivas
_Necessidade de atenção
_Falta de leitura
_Futilidade

A Auto-Desvalorização às vezes cega tanto uma pessoa que ela não percebe que esse mal só pode levá-la à desgraça... Que um dia as pessoas cansam, que um dia a idade virá, que um dia será preciso recorrer ao mais importante, a Sabedoria.
Não se auto-desvalorize! Estude, ganhe dinheiro e faça fama como uma pessoas que faz coisas úteis e boas para o mundo e não como alguém que tem a mesma significância que um asno em um deserto de gelo.


Ass.: @lgr2k9

 

9 comentários:

  1. realmente, é um absurdo desperdiçarem os talentos, e darem atenção a 'besteiras'. Eu concordo.
    Ps: amei o design de seu blog
    passa lá no meu?
    bjs
    http://oicarolina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. olhe, cada um tem liberdade pah pensar o ki ker... não condeno seu pensamento .!
    mas relevo que cada um tb faz o ki ker... o ki pra vc eh uma auto-desvalorização, pra ela pode não ser, e essa forma ki vc pode ateh chamar de "vulgar" ki ela se veste e se comporta é a forma de ela ganhar dinheiro... Coloca uma coisa na sua cabeça, nem todos têm a mesma oportunidade ki vc tem de estudar e trabalhar com dignidade. Infelizmente, meu kerido, a desigualdade social eh grande, e o sol não brilha pra todos, e tem pessoas ki precisam usar o corpo pra se sustentar
    parabéns pelo blog .!


    http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/
    sigo quem me segue e retribuo comentários .!

    ResponderExcluir
  3. Extremamente complicado uma sociedade onde se menospreza uma cabeça pensante e valoriza uma bunda dançante... As coisas realmente parecem meio invertidas e as pessoas vem se submetendo ao ridículo mesmo para ganhar espaço.

    ResponderExcluir
  4. vc está certíssimo!
    beijoos, lilian.

    ResponderExcluir
  5. vamo laaaaaaaaaaa so bunda gostosa e peitao

    ResponderExcluir
  6. Nossa coitada da pessoa que fez o terceiro comentário... tem que aprender a escrever! Está se auto-desvalorizando! Escrever "Ki Ker.. o ki pra vc eh" é terrível. Está assassinando o português!

    ResponderExcluir
  7. O que me importa a opinião do outro? Vou deixar de fazer isso ou aquilo por que o outro acha, (com todas as suas limitações) errado? Acho que sustentar a hipocrisia das aparencias é só uma outra forma de auto desvaloração.

    Também não acho legal tantas bundas e peitos em todos os lugares, mas quem sou eu para dizer como o outro deve viver sua própria vida né?! Afinal se não tiver quem pagar, uma bunduda não vai ter o pq de rebolar...

    Não sei nem porquê estou escrevendo isso, pois também só aumenta uma discussão inutil e imbecil...

    ResponderExcluir
  8. Seu ponto de vista é valido, a final, ponto de vista é igual....... coração, cada um tem o seu.
    Bem o meu ponto de vista é: se a pessoa gosta de ganhar dinheiro usando o corpo, ou sendo um idiota aos olhos dos outros não vejo problema nenhum. Não ver problema nenhum não quer dizer que essas coisas me agradem, mas como a Amanda disse no comentario acima: "quem sou eu para dizer como o outro deve viver sua própria vida né?!"
    O que me incomodou no seu comentario, Amanda, foi falar que você aumentaria uma discussão inutil, não considero isso uma discussão inútil, considero todas as discussões aceitáveis enquanto a sociedade não definir uma verdade para o assunto sendo discutido. Na verdade, mesmo que se definisse uma verdade, eu discutiria o assunto.

    ResponderExcluir